Breaking News

COVID-19: BRASIL JÁ É O PRIMEIRÃO EM NÚMEROS DE MORTES DIÁRIAS.


Enquanto governadores de quase todo o Brasil flexibilizam as regras de isolamento, o País registrou nos últimos sete dias a maior média de óbitos provocados pelo novo coronavírus em todo o mundo.
Com isso, deixa para trás Estados Unidos e Reino Unido, países que tiveram os maiores números absolutos de mortes até agora.
Ontem, o Brasil chegou a 775.184 casos e 39.797 mortes por covid-19, revela o levantamento feito por um consórcio de veículos de imprensa, do qual o UOL e o Estado de S. Paulo fazem parte. Os números têm como base os boletins de secretarias estaduais de saúde.
Na última semana o Brasil registrou 7.197 mortes pela covid-19, média de 1.028 por dia, segundo números da Organização Mundial da Saúde (OMS).
Os EUA, que encabeçam a lista de óbitos pela pandemia, registram no mesmo período 5.762 mortes, média de 823 por dia. Já o Reino Unido, que ocupa o segundo lugar na lista de óbitos, contabilizou nos últimos sete dias 1.552 mortes, média de 221 por dia.
Massacre também entre indígenas
Na última terça-feira (9), o governo federal divulgou que 2.086 indígenas estão contaminados por coronavírus e 82 morreram. Os dados foram anunciados por Robson Santos, Secretário Especial de Saúde Indígena do Ministério da Saúde, que agradeceu a providência divina, ao dizer que os números poderiam ser piores.
O levantamento da Apib mostra que 2.886 indígenas foram contaminados entre abril e junho. Ao todo, 256 morreram, sendo 89 óbitos somente nos oito primeiros dias de junho. A divergência entre os dados, está no método.
O governo federal decidiu não contabilizar os indígenas não aldeados, ou seja, que estão em áreas demarcadas e nas zonas rurais, excluindo os que vivem em áreas urbanas e em territórios que estão em conflito.

Nenhum comentário