Breaking News

COLISÃO ENTRE ÔNIBUS E CARRETA DEIXA UM MORTO E CERCA DE SETE FERIDOS NO PIAUÍ



Motorista Luís Cerqueira morreu em colisão entre ônibus e carreta no Piauí  
A polícia identificou as sete pessoas que ficaram feridas no grave acidente ocorrido na noite de domingo (18), na rodovia PI-324, entre as cidades de Uruçuí e Ribeiro Gonçalves, envolvendo o ônibus da Princesa do Sul e uma carreta e deixando como vítima fatal o motorista do coletivo, Luís Fernandes Cerqueira Filho, de 45 anos. As informações do portal Meio Norte.
Os feridos foram identificados como Adriele Viana dos Santos, de 1 ano, Janaria Neres Viana, de 21 anos, Francisca Luzinete Sampaio, de 43 anos, Maria Barbosa de Moura Costa, de 51 anos, Francisca Martins de Sousa, de 61 anos, Maria do Rosário da Silva, de 65 anos e o motorista da carreta Juliano Moreira Dias, de 37 anos.
Os feridos foram levados para atendimento médico no Hospital Senador Dirceu Arcoverde, em Uruçuí.
O CASO

Um grave acidente envolvendo um ônibus da empresa Princesa do Sul e uma carreta deixou uma pessoa morta e várias feridas, na noite deste domingo (19), entre as cidades de Uruçuí e Ribeiro Gonçalves, no sul do Piauí. Alguns passageiros ficaram presos nas ferragens e foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros.
De acordo com informações da Polícia Militar de Uruçuí, a vítima fatal foi o motorista do ônibus identificado como Luís Fernandes Cerqueira Filho, de 45 anos e cerca de sete pessoas ficaram feridas.
O ônibus saiu da cidade de Baixa Grande do Ribeiro com destino a Teresina. No momento do acidente, os dois veículos seguiam em sentidos opostos e houve o choque frontal. Chovia bastante na região, o que dificultou o resgate.
"O acidente envolveu o ônibus de placa EXP-0563 e a carreta de placa BED-6D55 onde houve uma colisão frontal. Nós fomos acionados e ao chegarmos no local vimos o motorista do ônibus já em óbito e uma mulher identificada apenas como Maria presa nas ferragens, ela foi retirada com uma fratura na perna. Na carreta o motorista também estava preso nas ferragens", afirmou o Tenente-Coronel Nelson Feitosa.

Nenhum comentário